15 de mai de 2016

Câmara solicita emenda parlamentar de R$ 40 mil para Associação Arte e Convívio

Em busca de recursos para uma importante entidade que atua no município, o presidente da Câmara Municipal de Botucatu, vereador André Rogério Barbosa – Curumim [PSDB] despachou no final da tarde desta terça-feira, dois ofícios endereçados ao deputado estadual, Fernando Cury, e ao deputado federal, Duarte Nogueira. A solicitação é pela destinação de verba para a Associação Arte e Convívio.




De acordo com os ofícios encaminhados, que possuem mesmo teor, com alteração apenas nos destinatários, a Associação Arte e Convívio – AAC, que já atua há vários anos em Botucatu, promove oficinas de inclusão produtiva, tirando seus participantes da inatividade e dando a essas pessoas uma nova perspectiva de vida, mostrando aos familiares e à sociedade que eles ainda são capazes.

A solicitação é pela viabilização de uma emenda parlamentar para a liberação de recursos no valor de R$ 40 mil, objetivando possibilitar a ampliação e o aperfeiçoamento dos trabalhos desenvolvidos pela associação, que busca incluir seus participantes no mercado de trabalho formal e informal, melhorar a assistência e adequar os recursos humanos, oferecer aos participantes a oportunidade de criar espaços de convivência, reflexão e discussões políticas.

Para o vereador, o bom relacionamento existente entre a Casa de Leis e os parlamentares pode influenciar na decisão. “Felizmente tenho um bom relacionamento com os dois deputados. Já me encontrei na capital com o Duarte Nogueira em discussões relacionadas ao transporte e com o Fernando encontro praticamente toda semana em Botucatu. Tenho certeza que um deles deve se sensibilizar pela causa e ajudar essa importante entidade”, comenta Curumim.


João Elias quer saber as razões de a CPFL não notificar munícipes antes do corte da energia
Atento a uma reclamação colocada por moradores que sofreram cortes no fornecimento de energia elétrica, o vereador João Elias [SD] utilizou seu espaço durante a última sessão ordinária realizada na Câmara Municipal de Botucatu para solicitar explicações junto a empresa responsável pelo serviço. O pedido foi aprovado pela unanimidade dos demais legisladores.

O requerimento foi encaminhado ao gerente de contas do Poder Público da Companhia Paulista de Força e Luz – CPFL, Francisco Ramos de Oliveira, cobrando da empresa, uma justificativa e as razões pela qual a mesma tem realizado o corte de energia elétrica de munícipes que não estão em dia com seus pagamentos, sem que os mesmos recebam avisos prévios.

De acordo com o que afirma João Elias, diversos munícipes, inclusive alguns que possuem estabelecimento comercial, têm reclamado que a CPFL tem efetuado corte de energia elétrica sem emitir nenhum aviso prévio. Ainda consta no documento do vereador que, segundo resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica - Aneel, a interrupção do fornecimento ocorre após 90 dias de atraso no pagamento e com o envio de um aviso, com 15 dias de antecedência.

Para o vereador, existe alguma falha no serviço. “O país vive uma grave crise econômica e, infelizmente, nem todos conseguem manter o pagamento das contas em dia e isso é um problema, mas que não justifica a falha da companhia em não notificar esse cidadão. A empresa tira dessa pessoa a oportunidade de regularizar sua situação antes do corte efetivo, evitando assim, problemas maiores”, explica João Elias.


Fontão encaminha pedido pela criação de Universidade Livre do Meio Ambiente em Botucatu
O vereador Fontão [PSDB] apresentou um interessante e curioso requerimento durante a última sessão ordinária da Câmara Municipal de Botucatu e que foi aprovado pela unanimidade dos demais vereadores. Nele, o legislador propõe ao município, a criação de uma Universidade Livre do Meio Ambiente e Cultura de Paz, um projeto inovador existente em pouquíssimas cidades do país.

A Universidade Livre [ULMAPAZ] tem como propósito, a difusão da educação socioambiental, visando contribuir para que integrantes de diferentes segmentos da população, de forma criativa, critica e autônoma, construam conhecimentos sobre a situação e perspectivas socioambientais e para que se capacitem a incorporar hábitos e estilos de vida amigáveis e compatíveis com a sustentabilidade da vida na cidade e no planeta.

A ideia do legislador é utilizar o espaço físico existente hoje na Escola do Meio Ambiente [EMA] de Botucatu. “Nós temos há quase 20 anos no município, uma estrutura fantástica na Escola do Meio Ambiente, hoje sob os cuidados da diretora Eliana Maria Nicolini Gabriel e que já é utilizada pelos alunos da rede municipal e que pode perfeitamente receber pequenas adaptações para a instalação da ULMAPAZ nos mesmos moldes das existentes nas cidades de São Paulo e Rio de Janeiro”, explicou o vereador.
O requerimento foi encaminhado para avaliação do prefeito João Cury e da secretária de Educação, Dila Henrique e para a diretora da EMA, Eliana Gabriel, para que os três considerem os benefícios da instalação da ULMAPAZ em Botucatu, como a criação de cursos, minicursos, palestras, oficinas, atividades em grupo entre outras diversas atividades, todas voltadas para a sustentabilidade, meio ambiente, cultura e a paz. 
-------------------

Carlos Trigo acompanha obras na Amando de Barros e garante acessibilidade na revitalização
Sempre atento às causas que envolvam a acessibilidade e benefícios ou melhorias para pessoas portadoras de qualquer tipo de deficiência, o vereador Carlos Trigo [PDT] decidiu acompanhar de perto como andam os trabalhos da revitalização da Rua Amando de Barros, na região central da cidade. Com o foco nos deficientes, o legislador esteve ao lado das primeiras rampas do local.

Preocupado com uma informação veiculada na manhã desta quarta-feira, 11, na mídia local, que dizia que a obra ainda não tinha feito rampas de acessibilidade, o vereador marcou uma reunião com o secretário adjunto de Comércio e Serviços do município, Antônio Zorzella Neto, um dos responsáveis pela execução do projeto. Na pauta do encontro, o andamento da revitalização e os benefícios voltados aos deficientes.

Contente com o que ouviu, o vereador garantiu que o projeto vai atender todas as expectativas. “Posso dizer que a mobilidade da pessoa portadora de deficiência vai ficar ainda melhor, já que há um compromisso de oito rampas para cadeirantes por quarteirão, além do semáforo sonoro, que estará presente em todas as esquinas e o piso tátil, que também será instalado. São mais benefícios do que já tínhamos”, comenta Carlos Trigo.

Durante a tarde, Carlos Trigo esteve na Amando de Barros e acompanhou a equipe da secretaria municipal de Obras que fez o recorte das duas primeiras rampas para cadeirantes. “Pude sentir com a bengala que a distância escolhida ficou boa e tenho certeza de que o resultado virá. Independente de sigla partidária, sei que o nosso objetivo é o mesmo, que é lutar para que Botucatu se torne uma cidade cada vez mais acessível a todos”, conclui o vereador.
-------------------

Lelo Pagani entregará Diploma de Honra ao Mérito ao grupo Sempre Viva nesta sexta-feira
A Câmara Municipal de Botucatu será palco na próxima sexta-feira, 13, de uma Sessão Solene histórica, que promete ser carregado de bom humor onde por meio de um Decreto Legislativo de autoria do vereador Lelo Pagani [REDE], os membros do Grupo Sempre Viva receberão o “Diploma de Honra ao Mérito” pelo trabalho humanitário desenvolvido nas dependências do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Botucatu. O evento terá início às 20 horas e toda comunidade pode comparecer.

Fruto de um projeto apresentado pelo vereador em outubro de 2015, a homenagem oferecerá o diploma ao grupo criado há 12 anos e que tem como objetivo, prestar auxílio às demandas diversas no Hospital das Clínicas e na promoção de ações de assistência aos usuários da unidade, como leitura para crianças internadas, visita aos doentes, cortes de cabelos, atividades culturais, oficinas artesanais, entre outros.

Dentro das ações do grupo, está a idealização da boutique mantida dentro do Boulevard, nas dependências do HC, que, com o trabalho voluntário de cerca de 40 pessoas, entre atendentes, artesãs e administradores, vende produtos produzidos pelos voluntários, visando sempre beneficiar os pacientes e auxiliar na qualidade dos atendimentos. Com os recursos obtidos no local, o grupo realiza periodicamente a doação de aparelhos, como: televisores, purificadores de água, poltronas, cadeiras de rodas, refrigeradores e micro-ondas, contemplando a diversas enfermarias do HC.

Para Lelo Pagani, a atuação do grupo merece o reconhecimento por parte do Poder Legislativo. “São anjos. Pessoas iluminadas que diariamente atuam nas dependências de um Hospital carregados com uma aura bonita, que oferece apoio moral e emocional às pessoas internadas no HC, apoio material para suprir necessidades que os doentes não podem superar e programação de atividades de lazer, como música, palhaços para as crianças, festas típicas entre outras tantas ações”, justifica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário