7 de jun. de 2020

Rodovias do Tietê/Artesp realizam atividades educativas e doações de mudas de árvores ao município de Salto em comemoração ao dia Mundial do Meio Ambiente.

A CONCESSIONÁRIA RODOVIAS DO TIETÊ em parceria com a ARTESP, realizam, nesta sexta-feira, algumas atividades em comemoração ao dia do meio ambiente no trecho sob concessão, dentre elas destacam-se a doação de mudas de árvores de Ipê (Handroanthus albus) à Secretaria de Meio Ambiente do Município de Salto e a divulgação de material educativo em suas redes sociais, imprensa e colaboradores, além de vídeo conferências, sobre as práticas corretas para o descarte dos frascos de álcool gel que podem (e devem) ser reciclados, pois a maioria são de PET (tereftalato de polietileno), bem como sobre o descarte de máscaras em local adequado, além da importância da utilização de máscaras de tecido pela população para evitar o desabastecimento dos profissionais da área de saúde, no combate ao COVID-19.



As atividades educativas realizadas pela Concessionária, tem o objetivo de ressaltar que, viver em um planeta saudável proporciona bem-estar e felicidade às pessoas, mas, para isso, todos precisam fazer a sua parte em todos os momentos, ou seja, saúde e meio ambiente são assuntos que estarão sempre relacionados, por isso, pratique o descarte consciente, assim é a Rodovias do Tietê, fazendo por você e pelo Meio Ambiente.





Concessionária Rodovias do Tietê / Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo

A Rodovias do Tietê faz parte do Programa de Concessões Rodoviárias do Estado de São Paulo, responsável pela manutenção e operação de 415 quilômetros de rodovias: Rodovia Marechal Rondon (SP 300), Rodovia Prof. João Hipólito Martins (SP 209), Rodovia Jornalista Francisco Aguirre Proença (SP 101), Rodovia Bento Antônio de Morais (SP 101), Rodovia Dr. João José Rodrigues (SP 113), Rodovia Comendador Mário Dedini (SP 308) e Contorno de Piracicaba, Rodovia Ernesto Paterniani (SPI-162/308).

26 de abr. de 2020

Comércio de Botucatu vai funcionar em sistema de atendimento no carro

Está publicado no Semanário Oficial da Prefeitura de Botucatu o decreto nº 11.975, que estabelece novas medidas temporárias e emergenciais de prevenção e enfrentamento de contágio pelo Covid-19 para atendimento dos estabelecimentos comerciais na Cidade.

Levando em conta todas as recomendações da Organização Mundial da Saúde e também uma Nota Técnica elaborada pela Comissão de Acompanhamento, Controle, Prevenção e Tratamento do Coronavírus no Município de Botucatu, fica estabelecido que, a partir do dia 1º de maio:

- Fica mantida a prática do distanciamento social como forma de evitar a transmissão comunitária da Covid-19 e proporcionar o achatamento da curva de proliferação do vírus no Município de Botucatu;

- Os estabelecimentos comerciais considerados não essenciais, poderão funcionar mantendo meia porta ou portinhola aberta, sendo vedada a entrada do público ao seu interior. O atendimento dos estabelecimentos comerciais deverá ser realizado exclusivamente a veículos automotivos (delivery, drivre thru) com os mesmos permanecendo com vidros fechados, exceto pelo tempo minimamente necessário para recebimento do produto;

- Os funcionários dos estabelecimentos deverão, obrigatoriamente, usar máscara e higienizar suas mãos, antes e após cada atendimento, devendo executar todas as medidas de limpeza e higienização, nos termos da nota técnica;

- Os profissionais autônomos e prestadores de serviços, tais como cabeleireiros, barbeiros, e similares não deverão realizar atendimentos em clientes que apresentam sintomas respiratórios como: coriza, tosse, febre e mal estar; fornecer álcool em gel 70% (setenta por cento) para seus clientes na entrada do estabelecimento; higienizar as mãos com álcool 70% (setenta por cento) entre um procedimento e outro; atender clientes somente com horário marcado, não podendo ficar pessoas aguardando para serem atendidas; demarcação e orientações de manter distâncias de ao menos 2 (dois) metros entre as cadeiras; fazer o uso de máscaras; exercer prioridade ao atendimento do grupo de risco; orientar a não necessidade de mais de que um membro da família frequente o estabelecimento; manter a higienização interna e externa dos estabelecimentos com limpeza permanente; manter disponível kit completo de higiene de mãos nos sanitários de clientes e funcionários, utilizando sabonete líquidos, álcool em gel e toalhas de papel não reciclado.

O descumprimento do previsto neste Decreto e demais normas editadas pelo Município de Botucatu, com relação ao enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente da Covid-19, importa na notificação para o fechamento imediato do estabelecimento, a qual, se for descumprida, implicará na cassação do alvará, sem prejuízos das demais sanções a serem aplicadas.

A fiscalização será exercida por meio da Vigilância Sanitária, fiscais de posturas e demais autoridades designadas para o emprego urgente de medidas de prevenção, controle e contenção de riscos, danos e agravos à saúde pública, a fim de evitar a disseminação do Covid-19.


Outros detalhes do decreto podem ser lidos no Semanário Oficial, presente no site da Prefeitura de Botucatu (www.botucatu.sp.gov.br).

28 de out. de 2019

“O que acontece muito é a mulher optar por uma cesariana por medo, não porque ela quer passar pela cirurgia, mas por medo de sofrer uma violência obstétrica"

Érica de Paula: "há estudos mostrando que até 80% das mulheres no início da gestação querem parto normal e elas vão mudando de idéia no pré-natal"   (TV Brasil)

Um dos nomes mais conhecidos no Brasil na luta pelo parto humanizado, a doula e educadora perinatal Érica de Paula chama a atenção para os números do país: mais da metade dos partos é de cesariana, enquanto o recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS) é de 15% e na rede privada, os índices chegam a 80%. Érica de Paula é a entrevistada do programa Impressões, da TV Brasil, da EBC, que vai ao ar nesta segunda-feira (28), às 23h. A doula é a mulher que orienta e assiste a nova mãe no parto.
Coautora do filme O Renascimento do Parto, de 2013, onde fez o roteiro, produção e pesquisa, Érica conseguiu chamar a atenção com o longa-metragem para a realidade obstétrica no Brasil.
O filme questiona o fato de o país ter tantas cirurgias cesarianas, quando pesquisas científicas apontam que o parto normal é mais seguro para mãe e o bebê.
“Existem estudos que mostram que até 80% das mulheres no início da gestação querem parto normal e elas vão mudando de ideia ao longo do pré-natal, e mesmo aquelas que não mudam de ideia acabam não fazendo, porque o sistema obstétrico as leva para um desfecho que elas não queriam”, destacou.
A doula é a favor da escolha da mulher pelo tipo de parto que quer fazer. Mas diz que, quando a mãe recebe informação e é orientada adequadamente, são raros os casos que ainda prossiga optando pela cesariana.

Medo

“O que acontece muito é a mulher optar por uma cesariana por medo, não porque ela quer passar pela cirurgia, mas por medo de sofrer uma violência obstétrica porque ela ficou impressionada com relatos de partos normais que ela escutou, que tiveram uma assistência muito ruim e, para evitar isso, ela opta pela cesariana. Mas, quando ela sabe que pode ter uma assistência humanizada, é muito difícil que ainda assim ela opte pela cesariana”, contou.
A cesariana, para a entrevistada, deveria ser vista como uma técnica que salva vidas, sendo importante para os casos necessários. Mas não como um modo mais seguro para dar à luz. “Você não tira um apêndice saudável pelo risco, da mesma forma é a cesariana”. E acrescentou: “ela (a cesariana) é uma cirurgia de médio a grande porte, que tem todos os riscos de uma cirurgia”.
Além desses dados, ela destacou outro número alarmante no Brasil. “Tem uma pesquisa da Fundação Perseu Abramo que fala que 25% das mulheres no Brasil se percebem vítimas de violência obstétrica. Isso já seria um número muito grande. E se pensar que muitas dessas mulheres sofrem violência obstétrica sem saber que aquilo era violência obstétrica, esse número é muito maior”, afirmou.
O parto humanizado seria a saída para reduzir cesarianas e evitar a violência obstétrica, segundo Érica de Paula. Ela explicou que o parto humanizado é “aquele que, em primeiro lugar, a mulher é protagonista desse evento, ela tem direito a escolha, quem são os acompanhantes, escolhe se quer comer ou não, escolhe a música, a temperatura, amamentar na primeira hora de vida, decidir se ela aceita ou não alguma intervenção que não coloque em risco a vida dela e do bebê”.

Pressão

A pressão pelo parto humanizado vem crescendo no Brasil. Para a doula, umas das ferramentas que tem ajudado são as redes sociais que “fizeram com que as mulheres que pensam parecido pudessem se unir pelo mundo todo em grupos muitos fortes que existem em todas as redes sociais. Eu acho que o filme que eu produzi contribuiu para uma ampliação dessa discussão aqui no Brasil, foi uma gotinha de gasolina que ajudou a inflamar esse movimento que já estava crescendo e ampliou muito a discussão”.
O parto humanizado ainda é uma realidade mais próxima de quem opta por pagar pelo parto. Mas Érica garante que existem iniciativas para dar acesso a todas.
“Hoje em dia, para você ter uma garantia de um parto humanizado, normalmente vai ser necessária uma equipe particular. Mas existem iniciativas hoje, tanto do governo quanto do setor privado, para que isso seja garantido. Existem projetos de lei. E existe a lei da doula em vários estados, que garante o direito não só ao acompanhante – que isso já é lei há muito tempo – mas o direito de levar uma doula, o que melhora bastante a assistência desse parto”, disse.
Edição: Kleber Sampaio

3 de ago. de 2019

Concorra a um kit churrasco para o Dia dos Pais em Botucatu

GANHE CHURRASCO! 
PROMOÇÃO DIA DOS PAIS - PARTICIPE JÁ! 
*
1 dúzia de cerveja em lata.
1 dúzia de refrigerante em lata.
1 peça de Picanha.
1 kg de linguiça Toscana.
1 kg de asa de frango.
- Para concorrer: Curta o Facebook do Agência14News: https://www.facebook.com/agencia14news/
- Curta o Facebook do Central Supermercados: https://www.facebook.com/Central-Supermercado
*
- Marque o #Pai - escreva o nome dele nos comentários - ou ele mesmo se inscreve - e marque mais 3 amigos. #Promoção válida em #Botucatu-SP.
*
SORTEIO: DIA 7 DE AGOSTO DE 2019 - QUARTA-FEIRA.
ENTREGA DOS PRODUTOS ATÉ SÁBADO - 09/08/2019.

7 de jan. de 2019

Resultado do concurso público em Botucatu-SP

A Prefeitura de Botucatu (SP) divulga no Semanário Oficial online o resultado final das provas objetivas e avaliação de títulos do Concurso Público realizado na cidade.

O link oficial é http://www.botucatu.sp.gov.br/semanario/docs/2540.pdf

Cada candidato também pode ver seu desempenho no site: www.nossorumo.org.br