21 de jan de 2014

Rádio incentiva criação de abrigo para mulheres em risco

O crime foi cometido em uma casa do Parque Marajoara
Uma discussão incentivando a criação de um abrigo para receber mulheres que estão em perigo por causa da violência doméstica foi abordada durante o programa A Marreta da rádio Municipalista.

Ouvintes participaram do programa nesse sábado contando as suas história de medo que passaram nas mãos dos ex-maridos e também pediram um espaço que recebesse de forma rápida as mulheres.

O assunto foi debatido após Débora Aparecida da Silva de 28 anos ser baleada pelo marido no Parque Marajoara. Ela procurou a delegacia, mas não houve tempo da medida protetiva ser expedida pela justiça.

Além dela também foi baleado o irmão da vítima, Luciano Roque da Silva, de 35 anos. A polícia diz que o suspeito que fugiu é Valdeci de Souza Pereira, de 31 anos.

A mulher foi casada com o suspeito por 9 anos e havia se separado há 1 ano. O motivo da briga seria a não aceitação da separação e a guarda da filha pequena.

Texto: Cristiano Alves
Foto: R. Vallee/ Diário da Serra.

Nenhum comentário:

Postar um comentário