27 de jan de 2015

Jovens usam o funk para uma mudança de vida



Músicos da periferia de Botucatu, SP querem inspirar garotada a ir pelo caminho correto antes de se arrepender

Jhonathan Ferreira (MC Menor), de 19 anos e Guilherme Rodrigues (MC Black), de 17 anos - ainda estão fora da lista dos artistas tops - mas prometem que querem divertir as pessoas com suas músicas, mas sem deixar de passar uma mensagem de esperança e alerta para jovens da mesma idade.

Após um passado por terem convivendo com o meio delituoso, os dois usam esse passado como estímulo para seguir por um novo caminho e conscientizar jovens da mesma idade. Eles querem escancarar ao jovem brasileiro o que acontece a quem se arrisca no mundo do crime. E essa mesma realidade ocorre àqueles que vivem em uma cidade de porte médico como de Botucatu (137 mil habitantes segundo o Censo de 2014), onde a dupla trabalha.



“Queremos ostentar a realidade. Não a ostentação pelo que a gente tem, mas colocar isso como o que a gente quer ter, e mostrando como vamos fazer para conseguir alcançar. Na nossa letra a gente fala da comunidade, um pouco com a ostentação, ou seja, fala um pouco de tudo”, disse MC Black.

O papo nas letras não será apenas a um público. “A gente fala também para a classe alta e para todos os públicos. Para cada um queremos passar uma mensagem diferente. Vamos falar para a comunidade como para a classe mais alta”, explica MC Menor.

A dupla que está iniciando as gravações de suas letras diz que a música é um meio de reflexão, mas sem esquecer a diversão. “Com a gente existe um clima diferente, a gente quer deixar festas animadas, apresentando um trabalho diversificado e que todo mundo goste”.

Os artistas encontraram com o funk que ecoa nas ruas do bairro onde vivem, e ao se aproximar do ritmo, perceberam que tinham talento a ser trabalhado. Com o incentivo das pessoas o trabalho foi fluindo.

Por enquanto eles fazem apresentações na cidade e região. “Como diz em nossa letra, demorô o que a gente queria, mas chegou, agora é a nossa hora de mostrar o nosso talento”, diz MC Menor.

Apesar da pouca idade dos artistas, histórias de vida e exemplos para passar à frente é o que não faltam. “A gente já passou muita coisa nessa vida, está na hora de colocar na letra, foi muito sofrimento, como privação da liberdade, que para mim foi uma coisa por causa do tráfico. Vivenciei na pele. Isso acontece exatamente na nossa comunidade. Isso nos motiva a ter esse ponto de vista: ter força de lutar e correr atrás do que queremos”, explicou MC Menor.

Mais sobre os funkeiros de Botucatu
  • VISÃO MAIS AMPLA - “Às vezes, a pessoa foi batalhadora para conseguir uma Hornet, mas queremos mostrar que na comunidade também podemos conseguir e pelo caminho certo. Não é porque estamos na classe C que nunca podemos conquistar as coisas da forma correta. É pela música que poderemos falar e seremos ouvidos pelo nosso público, porque é um meio de comunicação diferente”, diz MC Menor.

  • CAMINHO CERTO - “Queremos mostrar para eles (jovens da comunidade) que somos pessoas com capacidade de conseguir as coisas por um caminho diferente e não ficar no mesmo erro, mas sim batalhando para que tudo dê  certo no futuro”, diz MC Black.

  • NOVO CAMINHO - “Conseguimos nos desvincular desse sistema que não leva ninguém a nada. O tráfico é um meio muito fácil de se conseguir as coisas, mas tudo que vem fácil, vai fácil. Mas isso é página virada em nossa vida. Só usamos isso para nos fortalecer, foi um aprendizado que serviu para crescimento nosso. Foi uma página virada que nos levou à música, a volta por cima”, diz MC Menor.

  • POLÍCIA  - “Nossas letras não terão apologia ao crime muito menos ofensas à polícia, porém é diferente quando se fala em liberdade de expressão. O que queremos mostrar é a realidade”, falou MC Black.

  • DIVERSÃO - “Além de levar o público a refletir, o principal objetivo da música é a diversão. O nosso show será um entretenimento para as pessoas ouvirem. Queremos fazer de uma forma divertida e que todos gostem, que seja feito tudo de uma menina diferente”, comentou MC Black.

Contato para shows: 14 99631-2601, 14 99891-8298.
Facebook - MC Menor & MC Black (acesse).

Nenhum comentário:

Postar um comentário