13 de ago de 2013

Uma semana para cortar gastos

Reduzir gastos é quase um mantra dentro das empresas, mas na hora de eliminar os desperdícios muito gestor não sabe por onde começar. Proponho aqui um exercício simples e prático para ajudar a tapar os buracos por onde o dinheiro escoa. Vamos pensar em providências a serem tomadas uma a cada dia da semana.



Na segunda-feira, revise os processos a fim de eliminar o tempo mal utilizado da equipe e a necessidade de horas extras. Uma boa programação da execução das tarefas evita que funcionários fiquem ociosos durante parte da jornada. Também diminui a correria para a entrega do serviço que, na pressa, requer extensão do expediente, além da possibilidade de falhas e retrabalho.
 
Reserve a terça para renegociar com fornecedores. Pesquise os preços no mercado para saber se está desembolsando a mais. Peça descontos e juros mais baixos e ofereça em contrapartida pagamento em prazos menores. 
 
Quarta-feira é dia de se reunir com o contador e verificar se a empresa está no regime fiscal mais adequado, que pode significar uma carga de impostos mais leve.
Parcerias ajudam a diminuir despesas. Na quinta, faça contatos com outros empresários a fim de combinar compras conjuntas, conseguir preços melhores e repartir despesas de logística.
 
Dedique a sexta-feira para o estoque, que deve ser dimensionado conforme a demanda real. Estoque em excesso é dinheiro parado, mercadoria que se deteriora e aumenta o custo de armazenamento. 
 
No sábado, planeje como economizar nas pequenas coisas. Prepare a estratégia de conscientização da equipe para usar o telefone de forma ponderada e veja se a operadora tem um pacote mais alinhado ao perfil da empresa. Quanto à eletricidade, adapte as instalações para aproveitar ao máximo a luz natural, opte por lâmpadas econômicas e sensores. Incentive o uso racional de água, material de escritório e limpeza.

Máquinas e equipamentos velhos podem representar lentidão, menos produtividade (e horas extras), gasto maior com manutenção e energia e perda de qualidade. Use o domingo para avaliar trocá-los por novos.
 
Esses são alguns exemplos. Outros pontos podem ser trabalhados e a ordem apresentada é o menos importante. O principal é ter disciplina para cortar os gastos e manter a empresa saudável.
 
Bruno Caetano é diretor superintendente do Sebrae-SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário