17 de mar de 2015

Empreender é inspiração, transpiração e capacitação

 Todos sabemos que empreender exige suar a camisa dia após diaNinguém se iluda achando que é fácil manter um negócio próprio, por mais talento que tenha para o ofício. Porém, dedicar-se sem o direcionamento correto significa trabalhar muito e ver resultados aquém dos possíveis ou nem vê-los. O caminho para o sucesso está na capacitação e os mais bem preparados sempre estarão um passo à frente dos apenas esforçados.



Pesquisa do Sebrae-SP intitulada Causa Mortis mostra que as empresas fecham nos primeiros cinco anos por três motivos: falta de planejamento prévio, deficiências na gestão empresarial e ausência de comportamento empreendedor. São pontos que se interligam e influem um no outro.

No entanto, quem se qualifica para empreender adquire uma visão ampliada do negócio, do mercado e da conjuntura e, sem dúvida, erra menos. Dessa forma, consegue superar obstáculos e corre somente riscos calculados. Isso se faz com aprendizado permanente, adquirido em cursos, palestras, visitas a feiras relacionadas ao setor de atuação, além da leitura de jornais e livros. Ao munir-se de informações, o indivíduo fica apto a identificar oportunidades e ameaças e pode tomar decisões com mais segurança.

Muitos empresários alegam que as obrigações rotineiras não deixam tempo para buscar conhecimento. Essa postura representa uma bomba-relógio. O empreendedor fica estagnado enquanto seus concorrentes se atualizam, pensam estrategicamente e ganham competitividade.

A internet acabou com a desculpa para o empreendedor não se capacitar. A evolução do ensino a distância permite estudar quando e onde. O Sebrae-SP pode ajudar. Entre as iniciativas nesse sentido, está seu novo site de Educação a Distância (EAD). Lançado no mês passado durante a Feira do Empreendedor, a plataforma oferece 45 cursos gratuitos englobando finanças, gestão de pessoas, marketing, planejamento, inovação, empreendedorismo e comércio exterior, que podem ser acessados, além do computador convencional, por meio de tablets e celulares.

Não existe fórmula pronta, mas certamente a capacitação evita que empreender seja um salto no escuro. Afinal, quem não quer aumentar a possibilidade de ser bem-sucedido?

Bruno Caetano é diretor superintendente do Sebrae-SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário